Imagem destaque da postagem sobre cantinho de estudos no quarto infantil.

5 dicas de como organizar canto de estudo no quarto

Sabemos que o momento que vivemos agora é bastante delicado. De uma hora para outra, fomos obrigados a ficar mais em casa e mudar totalmente nossas rotinas. No meio de toda essa loucura, as crianças passaram a estudar mais em casa, já que no momento as escolas pararam de funcionar.

Ficar sem “colocar a cachola para funcionar” não é uma opção, certo? Seja por conta da quarentena ou não, é sempre importante que as crianças tenham um cantinho de estudos.
Vale lembrar que os filhos podem ficar bem agitados com essa mudança repentina em suas vidas, dificultando sua concentração.

Por isso, dê a eles todo o suporte possível, tanto físico, com a criação de um cantinho de estudos adequado para que possam realizar suas atividades, quanto emocional, para que passem por essa quarentena mais tranquilos.
Além disso, é essencial que eles entendam que a quarentena não é sinônimo férias. Com um local de estudo no quarto, a ideia é conseguir fazer com que eles mantenham um bom ritmo de estudo, mesmo dentro de suas casas.

A seguir, confira nossas dicas para saber como organizar canto de estudo perfeito para seus filhos ou filhas!

1. Separe um móvel só para o estudo

Um bom cantinho de estudos deve possuir um móvel próprio. Pode ser uma mesa, uma escrivaninha ou até uma bancada pequena.

Imagem ilustrativa da mesa infantil mime preta lousa, com uma criança desenhando nela.

Uma ótima opção é a mesa infantil mime da Cadô, uma queridinha quando o assunto é funcionalidade e conforto ao mesmo tempo. Ela tem a altura ideal para a criança, o que ajuda na concentração.

Com um local de estudo no quarto, evita-se que a criança estude na cama, que não é recomendável, já que pode tirar muito a concentração e ainda gerar dor de coluna.

Mas isso não significa que o cantinho de estudos não vai ser confortável, pelo contrário: escolha uma cadeira bem aconchegante e uma mesa funcional.
É ideal que tanto as costas quanto os pés estejam sempre bem apoiados e que os braços façam um ângulo de 90º no cotovelo quando a criança estiver escrevendo.

Na hora de organizar o canto de estudo no quarto, cuidado para não encher de coisas que possam distrair. O ideal é que o espaço seja bem clean.

2. Mantenha a organização

Evite tudo que possa atrapalhar a concentração e o desempenho dos filhos ou filhas na hora de realizar as atividades. Para isso, deixe tudo que forem precisar bem organizado e de preferência em um local acessível a eles.

Imagem ilustrativa das prateleiras aramadas e dos guarda brinquedos aramados.

As prateleiras aramadas (imagem 1) e as caixas aramadas (imagem 2) fixadas ou apoiadas na parede ajudam a organizar a mesa. Nelas, você pode organizar estojos, lápis, cola e demais materiais sem ocupar espaço na mesa. Com isso, a criança tem fácil acesso aos objetos e pode guardá-los assim que terminar de usar, evitando que a mesa vire uma bagunça.

Imagem ilustrativa das prateleiras infantis da Cadô Design

O mesmo vale para todas as prateleiras da Cadô, que vão ser essenciais para a organização do cantinho de estudos, ajudando principalmente na disposição dos livros.
É interessante deixar os livros didáticos à mão, nas prateleiras, para facilitar o acesso na hora dos estudos e não ocupar espaço na bancada.Imagem do porta-livros nuvem de chão da Cadô

Você também pode usar os porta-livros da Cadô, que além de organizarem os livros, possuem formatos lúdicos, podendo inclusive servir como item decorativo do quarto.

3. Crie um mural para anotações

Nós já fizemos um texto em que falamos da importância de criar uma rotina em casa, principalmente neste tempo de quarentena. Colocar no papel todas as tarefas que você precisa realizar no dia é uma ótima forma de não deixar as coisas se atropelarem. Por isso, escreva tudo que precisa fazer, e chame seu filho ou filha para escrever junto. Se ainda forem muito novinhos, faça desenhos com eles que representam as tarefas. Imagens são mais chamativas e facilitam na hora de gravar na memória.

Uma boa ideia é expor o cronograma de atividades feito com a criança em um mural, que pode ser um quadro negro, uma placa perfurada ou mesmo improvisar um. Se não tiver nenhum desses materiais, escreva as tarefas em um papel sulfite e cole direto na parede. Uma dica é imprimir planners gratuitos da internet, que vão te ajudar a se organizar. Imagem ilustrativa de um quadro de atividades para crianças

Use o mural também para colar anotações importantes de matérias escolares, principalmente aquelas que são difíceis de gravar, como fórmulas matemáticas.
Expor o conteúdo de forma mais visual e didática vai ajudar muito no aprendizado da criança. O uso de diferentes cores também é uma boa técnica para estimular a memória.

4. Iluminação é tudo

Em casa, muitas coisas podem tirar a atenção da criança, e a iluminação inadequada é uma delas. Sendo assim, aposte na luz natural, deixando as janelas bem abertas.
Caso não seja possível, opte por luzes brancas, que são as mais indicadas para estudo, porque elas estimulam a concentração, ao contrário das amareladas, que convidam ao relaxamento.

Imagem ilustrativa de um ambiente de estudos infantil em casaSe estiver de noite, a cabeça do estudante pode fazer sombra nos cadernos, já que a luz vem de cima. A sombra pode levar à fadiga visual e ao cansaço, então tenha sempre uma luminária posicionada estrategicamente para ajudar seu filho ou filha nos estudos.

A luminária deve direcionar a luz para o objeto de estudo, estando abaixo da linha dos olhos e no sentido contrário à mão que o estudante usa para escrever.

5. Escute seu filho

É muito natural que os pais pensem que sabem o que é o melhor para seus filhos e filhas. Na maioria das vezes, eles sabem mesmo! Mas isso não é regra. Cada criança tem sua individualidade e suas preferências, e sempre que possível elas devem ser respeitadas.

É muito importante validar os seus sentimentos – a escuta tem um poder fortíssimo para que a criança se sinta acolhida. Não deixe de escutá-la e dar atenção a tudo o que ela tiver a dizer. Inclusive, procure se ajoelhar ao lado dela quando conversam para que ela possa olhar nos seus olhos e sentir que, naquele momento, está falando de igual para igual.

Deixe que ela diga como gosta que seu cantinho de estudos fique, e monte-o de forma que fique bem agradável para ela. Não adianta investir em um local de estudo no quarto e seu filho ou filha não gostar. Se eles não se sentirem confortáveis, não vão querer passar tempo ali. Você pode inclusive perguntar qual móvel ou item o agrada mais antes de comprar.

Dica: dúvida sobre quarto individual ou compartilhado entre bebê e irmão? Dá uma lida neste artigo esclarecedor.

Por fim, conte sempre com a Cadô para organizar canto de estudo no quarto do seu amado ou amada, tenho certeza que eles vão adorar!

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *